sexta-feira, 21 de novembro de 2014

FIEC entrega Agenda da Indústria ao governador eleito Camilo Santana

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) vai entregar na próxima quinta-feira (27/11), às 19h, a Agenda da Indústria ao governador eleito, Camilo Santana, na sede da Casa da Indústria. 
 
O próximo líder do executivo cearense aceitou o convite da FIEC para receber o documento, uma contribuição da FIEC, por meio dos setores representados nos 39 sindicatos filiados, ao recém eleito chefe do Poder Executivo do Ceará. Contém proposições que, caso acatadas, contribuirão para a superação de obstáculos ao desenvolvimento econômico estadual.

As proposições contemplam as áreas da áreas de infraestrutura social (educação, saúde, saneamento básico, habitação) e de infraestrutura econômica (energia, malha viária, portos, aeroportos, comunicação), além de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento (PD&I)Tecnologia da Informação e da Comunicação, Tributação e Incentivos Fiscais.

SERVIÇO: Apresentação da Agenda da Indústria ao governador eleito, Camilo Santana
Data:27/11/14 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: FIEC (Av. Barão de Studart, 1980 - Auditório Luiz Esteves)

Seminário RH Brasil será nesta quinta-feira, 27, em Fortaleza

Voltado para profissionais de Recursos Humanos, o Seminário RH Brasil estreia com nomes relevantes do mercado local e nacional para apresentar cases de empresas vencedoras do Prêmio Melhores Empresas Para Trabalhar, realizado em mais de 50 países. 

O seminário é realizado pelo O POVO e rádio O POVO CBN 95.5 FM com o apoio da Fundação Demócrito Rocha e do instituto Great Place To Work (GPTW), responsável por aplicar os questionários entre os colaboradores das empresas participantes. 

Como valorizar e qualificar os talentos de sua empresa? Essa é uma das pergunta que o evento propõe a responder aos participantes por meio de palestras e painéis com os profissionais e as práticas que revolucionaram os ambientes de trabalho em todo o mundo.

O CEO do GPTW Brasil, Ruy Shiozawa, será o primeiro palestrante do dia e vai apresentar a metodologia aplicada pelo instituto para chegar ao resultado obtido anualmente em diferentes países e regiões.

Em seguida, “Como líderes estão transformando o ambiente de trabalho e contribuindo com o sucesso do negócio” é o tema do painel apresentado por Abel Rochinha (Coelce), Renato Albuquerque (Ceneged) e Luís Carlos Queiroz (B&Q Energia), esta última a primeira colocada no ranking do prêmio em 2013.

A primeira palestra do período da tarde será com a HR Business Partner da Alcoa, Daniela Freire, que irá falar sobre “O segredo de ser uma excelente empresa para trabalhar”. A gerente de Recursos Humanos da Organização Bradesco, Patrícia Maria de Carvalho Ferreira, é a convidada que irá mostrar ao público “Como criar e manter um excelente ambiente de trabalho através de práticas de gestão”.

Para encerrar o ciclo de palestras do RH Brasil, Antonieta Cinquini, vai detalhar como entender sua organização e as pessoas. Cinquini possui MBA em Recursos Humanos pela FEA-USP e integra a equipe do GPTW desde quando o instituto chegou ao Brasil, em 1997.



Serviço:
Seminário RH Brasil
Data: 27 de Novembro

Horário: 9h às 18h
Local: Gran Marquise Hotel (Av. Beira Mar, 3980 - Mucuripe – Fortaleza-CE)
Inscrições pelo (85) 3066 4040
Quanto: R$ 320 (inteira) e R$ 160 (meia)

Valores diferenciados para pacotes corporativos

Abaixo,  a programação do RH Brasil*

7h- Credenciamento

9h- Metodologia do Great Place To Work
Palestrante: Ruy Shiozawa
- CEO do Great Place to Work Brasil
- Diretor de relações empresariais da ABRH Nacional
- Engenheiro de produção e Mestre pela Escola Politécnica da USP
- Eleito executivo de TI do Ano em 2002
- Autor do livro "Qualidade no Atendimento e Tecnologia de Informação" pela editora Atlas.

10h30min- Como líderes estão transformando o ambiente de trabalho e contribuindo com o sucesso do negócio.
Palestrantes Abel Rochinha, Renato Albuquerque e Luiz Carlos Queiroz

Abel Rochinha
-Presidente da Companhia Energética do Ceará (Coelce)
-Mestre em Engenharia Industrial pela PUC do Rio de Janeiro
-Pós-graduado em Administração pelo Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro e em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas

Renato Albuquerque
- Presidente da Ceneged
- Graduado em Administração de Empresas
- Experiência em gerenciamento de profissionais que trabalham no ramo comercial e técnico para concessionárias de energia de diversos Estados.

Luis Carlos Queiroz
- Diretor Comercial da B&Q Energia
- Bacharel em Economia pela Universidade de Fortaleza

12h-  Intervalo – Almoço livre

14h- O Segredo de ser uma excelente empresa para trabalhar.
Palestrante:Daniela Freire- HR Business Partner da Alcoa-Graduada em Administração de Empresas pela Escola de Engenharia Mauá.

15h15min Coffee Break

15h30min- Como criar e manter um excelente ambiente de trabalho através de práticas de gestão.
Palestrante: Patrícia Maria de Carvalho Ferreira
- Gerente de Recursos Humanos da Organização Bradesco
- Graduada em Economia pela FAAP SP
- MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral.

17h30min – GRI Entendendo sua organização e as pessoas
Palestrante: Antonieta Cinquini
- Atua no Great PlacetoWork desde 1997, ano da sua fundação no Brasil
- Graduada em Matemática pela USP
- Pós graduada em Administração pela EAESP-FGV
- MBA em Recursos Humanos pela FEA-USP

* Programação sujeita a alteração.

OFICINA DE AMARRAÇÃO DO WRAP SLING

Com o objetivo de manter a conexão mamãe-bebê que aconteceu desde a gravidez, será realizada neste sábado (22), na Praça Luiza Távora (Av.Santos Dumont, 1589. Aldeota) a I Oficina de amarração do Wrap Sling.

Liderado pelas mamães Danielle Amaral e Priscilla Barros, a oficina visa também ajudar as mamães e papais a slingar com seus bebês de várias maneiras, bem como orienta-los sobre os benefícios de usar o Wrap Sling em várias ocasiões e tirar as diversas duvidas que possam surgir.

O que é o Sling
Sling é todo carregador de bebê, não estruturado, que permite formar uma espécie de saco ou rede, onde se carrega o bebê próximo ao corpo em várias posições. Trata-se de uma versão moderna dos antigos carregadores de bebês utilizados há séculos por diversas culturas (indígenas, africanas, asiáticas e indo-americanas). Instintivamente, esses povos descobriram que a relação mãe-bebê, quando prolongada para fora do útero, proporciona à criança um desenvolvimento de forma saudável e segura.

Posições
·         Barriga com barriga – é a posição fisiológica do bebê. Sua coluna e perninhas permanecem na posição uterina. Favorece a digestão, sendo recomendada para bebês com refluxo. Nesta posição o bebê pode ser carregado desde o nascimento ou até quando o cuidador conseguir carregar.
·         Sentado de lado – recomendada para bebês que já sustentam a cabeça e mantém o controle do pescoço. É de fácil amarração.
·         Nas costas – só deve ser usada desde que o adulto tenha segurança em carregar dessa forma. Possibilita ao adulto realizar várias atividades.
·         Deitado – nesta posição o bebê fica deitado no pano como se tivesse sendo mimado no colo. Ótima pra amamentar.
·         De frente para o mundo – o bebê tem que ter controle e sustentação da cabeça. Pode ser colocado de duas formas: com as perninhas dentro do pano, cruzadas e para fora do pano, com os tecidos que formal a alça do sling embaixo das perninhas, deixando-o sentado no pano. Muitos bebês gostam dessa posição porque enxergam o mundo do alto, do ponto de vista do adulto. 

Origem do Sling
A origem está na pré-história quando mães usavam peles de animais para carregar seu bebê. Também usar panos atados ao corpo para facilitar a mobilidade após o nascimento de um filho também era uma cultura forte entre as africanas, as indígenas, as orientais e as sul-americanas. Nas décadas de 1970/80 foi adaptado à vida moderna e urbana.

No fim do século 19, a reina Victoria popularizou o uso de carrinho entre as famílias ricas da Europa. Era comum deixar os filhos com as babás e os pais passaram a não dormir mais juntos com os bebês para não mimá-los. O sling passou a ser visto como coisa de pobre e na metade do século 20 foi destruído o conhecimento milenar de maternar, amamentar, cuidar do bebê.  Já a ciência hoje prova o contrário, que os bebês precisam de contato físico para crescer saudável e se desenvolver.

Embora o carrinho ainda seja visto como símbolo de status, na Europa e Estados Unidos são as pessoas mais educadas que usam o sling em vez de carrinho, porque sabem a vantagem para seu bebê.

Estudos científicos provaram que o uso frequente do Sling reduz cólicas, refluxo e melhora a digestão pelo movimento constante e a posição vertical.  Bebês que são carregados choram menos e dormem mais o que e importante para o desenvolvimento cerebral e emocional. Carregar o bebê melhora a sua habilidade motora, coordenação, tonificação muscular e senso de equilíbrio. Contrario as crenças comuns, os estudos sobre "primal health" (saúde desde a vida intrauterina até o primeiro ano) mostram que, o bebê que tem suas necessidades sempre atendidas (mamar quando ele quiser, dormir juntos com os pais e ser carregado, p. ex.) não fica mimado e grudado, mas ganha independência mais rapidamente, aprende mais, tem melhor saúde física e psicológica e é um ser mais feliz e responsável ao longo da sua vida.

Além disso, o sling facilita tanto a vida dos pais! Você tem as mãos livres para atender a seus filhos maiores ou fazer as tarefas da casa. Aumenta a sua autoconfiança como pai porque melhora a comunicação com o bebê. É conveniente em muitas situações do dia a dia e facilita as saídas de casa sem importar calçadas estreitas e esburacadas. Previne  a dor nas costas e proporciona um exercício saudável ao ar livre. Você pode amamentar discretamente em qualquer lugar público! O seu bebê não fica exposto ao mundo estressante o que evita hiper-estimulação, e só você decide quem vai tocar e interagir com o seu filho.