sexta-feira, 18 de abril de 2014

Inscrições abertas para curso de MBA em Empreendedorismo e Inovação da Unifor

As inscrições para o curso de MBA em Empreendedorismo e Inovação da Universidade de Fortaleza (Unifor) estão abertas até o dia 30 de abril. As aulas terão início em maio.
 
Serão oferecidas 30 vagas e são limitadas. As empresas interessadas serão convidadas para indicar os profissionais. A seleção se dará por meio de análise curricular e entrevista. O MBA é uma articulação do Programa Universidade-Empresa-Uniempre, da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em parceria com a universidade. A ideia é aproximar o setor produtivo da academia.
 
 O curso é destinado a empresários, empreendedores e agentes de inovação, pesquisadores, profissionais de entidades públicas e privadas no fomento ao empreendedorismo e à inovação e profissionais que atuam no desenvolvimento de novos produtos, serviços ou processos, incubadoras, parques tecnológicos, planejamento estratégico, marketing e novos negócios.
 
O MBA terá uma carga horária de 360 horas. As aulas serão a cada 15 dias, às sextas à noite, de 19h às 22h30, e aos sábados, de 8h às 17h. Haverá um módulo internacional realizado em Israel. Neste país, a turma passará uma semana visitando empresas e centros tecnológicos de universidades.
 
O curso abordará temas como processos de inovação, gestão de propriedade intelectual, transferência e comercialização de tecnologia e criação de desenvolvimento de negócios inovadores. Após a conclusão dos módulos de disciplinas, será oferecido um acompanhamento por um período de seis meses para a implantação do projeto de conclusão do curso.
 
O diretor corporativo do INDI, Carlos Matos, explica que toda a grade do curso foi pensada e construída em conjunto entre o INDI, a Unifor e os consultores da Universidade de Ben-Gurion, de Israel: “Trata-se de um esforço estratégico para formar novos quadros mais preparados para inovação”.
 
Serviço:
 
MBA em Empreendedorismo e Inovação da Unifor
Contato para mais informações: professor Ricardo Colares
Vice-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Divisão de Pós-Graduação Lato Sensu
(85) 3477 3114/3178 – ricardocolares@unifor.br

Prêmio FIEC/Esmaltec de Inovação Aberta pré-seleciona 72 ideias

O Prêmio FIEC/Esmaltec, referente à chamada para Inovação Aberta dessa empresa cearense do ramo metal-mecânico, confirma a pré-seleção de 72 ideias para a segunda fase do  concurso. Nessa etapa, os candidatos receberão novos formulários para detalhar suas ideias e deverão mostrar capacidade de implementação em equilíbrio com o custo e geração de resultados (viabilidade). Depois, será feita nova avaliação e deverão ser selecionadas as melhores ideias. Os vencedores apresentarão suas propostas e serão premiados no evento de encerramento, que será divulgado em breve.  As ideias poderão ser aplicadas para ampliar a competitividade no mercado.

Os Prêmios  FIEC de Inovação Aberta são uma articulação do Programa UniEmpre, desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI).

FIEC lança publicação do Projeto Setores Portadores de Futuro no dia 26 de maio como parte da programação do mês da Indústria

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), tendo à frente da Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI), divulgará a publicação com os setores e áreas estratégicas escolhidos em todas as sete mesorregiões do Projeto Portadores do Futuro para o Ceará, no próximo dia 26 de maio, no auditório Waldyr Diogo, na Casa da Indústria, em Fortaleza. O lançamento fará parte da programação do Mês do Dia da Indústria, que transcorre em 25 de maio.

A equipe do Projeto Setores Portadores de Futuro percorreu em torno de 2.000 quilômetros pelo interior cearense e região metropolitana de Fortaleza (RMF), em fevereiro e março deste ano, ouvindo cerca de 254 especialistas e  representantes dos setores produtivos, governo, academia e terceiro setor de 54 municípios. Durante os encontros, foram apresentados estudos de tendências tecnológicas de 22 setores ou áreas estratégicas, totalizando 198 aplicações de 66 tendências tecnológicas. O objetivo do projeto é construir coletivamente uma visão de futuro para indústria cearense. 

          Os painéis de especialistas foram realizados em todas as sete mesorregiões (Sul, Centro-Sul, Sertões,  Jaguaribe,Noroeste, Norte e RMF). Para construir uma visão de futuro coletiva, a iniciativa apresentou estudos de tendências tecnológicas mundiais para os principais setores industriais do Ceará, assim como áreas emergentes e transversais como biotecnologia, nanotecnologia e logística, de modo que os especialistas, com base em seu conhecimento sobre a região, puderam indicar as áreas e setores estratégicos para o desenvolvimento econômico regional até 2025. Assim, será possível pensar estratégias e ações antecipadas por meio de rotas estratégicas, com objetivo de situar o estado em posição competitiva nacional e internacionalmente, contribuindo para o desenvolvimento sustentável com maior igualdade regional. 

         O Ceará é primeiro estado do Nordeste, terceiro do país, a aplicar a metodologia do Projeto Setores Portadores de Futuro desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). O projeto é uma iniciativa do  Sistema FIEC, com realização do SENAI e INDI, e apoio do SESI, IEL e Fireso.