domingo, 28 de junho de 2009

Mauriti-CE: Sepultado corpo de homem seqüestrado e morto, enquanto a polícia procura os outros dois desaparecidos

NOTÍCIAS
"Foi sepultado na manhã deste domingo, no cemitério de Mauriti, o corpo do marchante Jose Geraldo da Silva, de 49 anos, o Nem Henrique. Ele havia sido seqüestrado por volta das 6 horas de Quinta-feira (25) praticamente na porta de sua casa na Avenida Sinval Lacerda, 254 (Centro). O mesmo saía com o filho Ramires Henrique da Silva, de 24 anos, para fazer Cooper quando foi rendido e posto no porta-malas de um Fiat Pálio Weekend na cor grafite e placas de São Paulo.

O rapaz foi alvejado a bala e levado às pressas para o Hospital Regional de Brejo Santo, onde permanece internado. Cerca de 50 horas depois, a polícia encontrou o corpo de Nem Henrique na localidade de Canabravinha de Dentro, no município de Mauriti, já bem próximo de São José do Belmonte (PE). Moradores disseram ao Subtenente Carlos Alberto Ferreira, Comandante do Destacamento Militar e encarregado da Unidade Policial Civil que ouviram disparos de revólver por volta da meia noite de sexta-feira.

Depois, o corpo foi encontrado ao lado do Fiat Pálio usado no rapto do marchante. Nem Henrique foi morto a tiros de revólver e os assassinos ainda atearam fogo no veículo para evitar pistas e no corpo do marchante atingindo parcialmente as costas. O mistério aumentou e a polícia tenta descobrir o que os seqüestradores tanto conversaram com a vítima durante dois dias. O corpo foi encontrado por volta das 6 horas de sábado e, em virtude das dificuldades de acesso e de transporte, só chegou ao Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte por volta das 18h40min deste sábado.

INVESTIGAÇÕES - Ele foi trasladado na carroceria de uma camioneta Toyota da Prefeitura de Mauriti até Juazeiro. O Subtenente Carlos Alberto está aguardando informações sobre a origem do Fiat Pálio Weekend, além dos laudos técnicos da perícia feita no local onde o corpo estava. Nem Henrique foi levado da porta de casa por quatro homens armados com escopetas, pistolas e revolveres 48 horas após o seqüestro de outras duas pessoas no Bairro Bela Vista daquele município.

O oficial diz não ter mais dúvidas sobre a relação entre esses casos começando com os raptos de Sebastião Luiz dos Santos, o "Tião", de 39 anos, e Cícero Furtado de Almeida, de 29 anos, levados de suas residências na madrugada da última terça-feira. Ele já sabe que Nem Henrique ostentava relações de amizade com "Tião". Os dois primeiros já respondem por homicídios e assaltos. Desde o momento em que ocorreram os primeiros seqüestros que a polícia diligencia e investiga. Na opinião do subtenente, é muito difícil que Cícero e Tião estejam vivos."

Fonte:Site Miséria

Nenhum comentário: